terça-feira, 2 de junho de 2009

O Pinico cheio de strogonoff

O céu estava nublado, era uma manhã tediosa.
Pinico, um rapaz bem esquisitinho estava em casa, em seu notebook, pensando o que poderia fazer de bom naquele dia.
Sua mãe, uma velha menopausada e calorenta estava na cozinha apenas de calcinha e sutiã preparando o almoço para seu filhinho querido.
Prato do dia: Strogonoff.
Porém, Pinico detestava strogonoff, sua mãe preparava aquele mesmo prato durante anos. Toda segunda, quarta, sexta-feira e feriados.
Cansado da rotina, enjoado com o cheiro da comida que vinha da cozinha e já entupido daquela gororoba com frango e creme de leite, Pinico pensou:
- Tô com vontade de cachorro- quente! Hummm... Adoro salsicha!
Então, Pinico, o jovem que ganhou esse apelido pois todos achavam que ele tinha... tinha... dejetos na cabeça, dirigiu-se a tenda de cachorro-quente mais próxima de sua casa.
Sua mãe, ainda na cozinha, retirava também o sutiã enquanto preparava o almoço.



OBS: As palavras: pinico, strogonoff, sutiã e notebook deveriam aparecer no texto. Um desses itens deveria ser o personagem da história.
O cenário: tenda de cachorro-quente teria que aparecer em algum momento.
... coisa do Moon, só criei a história:D

Um comentário:

  1. Essa do Pinico tá ótima! _o/
    Mwahahahaha. Quero ver as outraaaaas! -_-;

    ResponderExcluir